domingo, 11 de abril de 2010

Teatro




Programa:
1- Quando eu nasci (quadro vivo)
2- Doce mãezinha (poesia)
3- Dorme, nenen... (poesia)
4- Habilidades da mamãe (trovas)
5- O caçula (poesia)
6 - Mamãe brasileira (poesia)
7- Amor da mamãe (trovas)

Apresentador:

Vamos dar início à festinha que preparamos para a mamãe, com o quadro-vivo "QUANDO EU NASCI", pelas alunas _______________ e _________________

CENA

ma menina caracterizada de "mamãe" está sentada, tendo ao colo uma boneca. Olha-a com ternura. Mais ao fundo do palco, outra menina lê o seguinte:

Quando eu nasci, mamãe, você ficou feliz! Há muito que me esperava e preparou um bonito enxoval para me receber: casacos, toucas, sapatinhos ...
__ Será menino ou menina?
Várias vezes ouviu esta pergunta e sempre respondia:
__ "Tanto faz... Quero que meu bebê seja forte e feliz".
Um dia eu cheguei e um mundo de felicidade encheu seu coração. E você, mamãe, sentiu-se a mulher mais feliz deste mundo!
Tantas vezes correu ao meu berço para me olhar com carinho...
Se eu soubesse falar naquele tempo, diria assim:
__ Doce mãezinha, como eu gosto de você!

Apresentador:

Reparem só: que nenen bonito vem chegando! Está de camisola. Parece que saiu do berço agora mesmo e vai recitar "Doce mãezinha".

"De Raquel Cruz, um exemplo a ser seguido.
Sua comunidade no orkut 'Cantinho da Oração"


Doce Mãezinha (poesia)

Doce mãezinha, tão meiga tu és...
Se choro baixinho ou fico risonho,
Meu berço, depressa, vai espiar,
Tua fala macia me faz sossegar.
]
Doce mãezinha do meu coração,
Cuidas de mim com tanto carinho...
Sou pequenino, teus braços, meu ninho.
Quero abraçar-te com muita afeição

Comentários:

domingo, 11 de abril de 2010

Teatro

às 23:52



Programa:
1- Quando eu nasci (quadro vivo)
2- Doce mãezinha (poesia)
3- Dorme, nenen... (poesia)
4- Habilidades da mamãe (trovas)
5- O caçula (poesia)
6 - Mamãe brasileira (poesia)
7- Amor da mamãe (trovas)

Apresentador:

Vamos dar início à festinha que preparamos para a mamãe, com o quadro-vivo "QUANDO EU NASCI", pelas alunas _______________ e _________________

CENA

ma menina caracterizada de "mamãe" está sentada, tendo ao colo uma boneca. Olha-a com ternura. Mais ao fundo do palco, outra menina lê o seguinte:

Quando eu nasci, mamãe, você ficou feliz! Há muito que me esperava e preparou um bonito enxoval para me receber: casacos, toucas, sapatinhos ...
__ Será menino ou menina?
Várias vezes ouviu esta pergunta e sempre respondia:
__ "Tanto faz... Quero que meu bebê seja forte e feliz".
Um dia eu cheguei e um mundo de felicidade encheu seu coração. E você, mamãe, sentiu-se a mulher mais feliz deste mundo!
Tantas vezes correu ao meu berço para me olhar com carinho...
Se eu soubesse falar naquele tempo, diria assim:
__ Doce mãezinha, como eu gosto de você!

Apresentador:

Reparem só: que nenen bonito vem chegando! Está de camisola. Parece que saiu do berço agora mesmo e vai recitar "Doce mãezinha".

"De Raquel Cruz, um exemplo a ser seguido.
Sua comunidade no orkut 'Cantinho da Oração"


Doce Mãezinha (poesia)

Doce mãezinha, tão meiga tu és...
Se choro baixinho ou fico risonho,
Meu berço, depressa, vai espiar,
Tua fala macia me faz sossegar.
]
Doce mãezinha do meu coração,
Cuidas de mim com tanto carinho...
Sou pequenino, teus braços, meu ninho.
Quero abraçar-te com muita afeição

0 comentários on "Teatro"